terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Boa safra eleitoral: Merkel com nova derrota e Israel sem 'onda' bélica

Saiu-lhes o tiro pela culatra e é bem feito.
Merkel esperava manter o predomínio político-partidário no influente e populoso lander da Baixa Saxónia, só que o 'volteface' da realidade transferiu a maioria para o bloco de centro-esquerda e, melhor ainda, retirou-lhe a maioria nas duas câmaras. Agora, pode ser vetada e alvo de contra-medidas legislativas. Aumenta a pressão sobre os seus desmandos e a sua alardeada renovação presidencial.
Quanto a Israel, também os media mais preguiçosos davam 'onda' de direita, a cavalgar o belicismo anti-palestiniano. Afinal, o novo parlamento ficou equilibrado e o actual líder belicoso estará a sentir um amargo de boca: «Sondagens dão vitória a Netanyahu, partido de centro-esquerda Yesh Atid surpreende».