sábado, 23 de janeiro de 2010

Lino Neto, um católico peculiar na I República

Foi lançado nesta semana o livro António Lino Neto: Intervenções Parlamentares (1918-1926), que inclui uma biografia deste político católico pela laboriosa pena dum peão nosso conhecido... O qual nos traz deliciosas revelações sobre as 'construções' mitológicas dum outro católico bem menos dialogante e desempoeirado...

Num dos vários estudos que publicou, A questão administrativa (o municipalismo em Portugal), Lino Neto tem esta tirada certeira que, infelizmente, continua actual: todos defendem em tom vigoroso a descentralização, sem que ninguém apareça a defender o centralismo; mas, uma vez no poder, ninguém concretiza a descentralização (ap. reportagem de A. Marujo no Público, 22/I, p.9-P2).

Em época de celebrações, é positivo não ficarmos só pelo elogio dos vultos republicanos, pois não foram só eles que trouxeram contributos válidos para a sociedade portuguesa, como bem aponta o prefácio de D. Manuel Clemente ao livro ora divulgado.

A obra resulta do projecto de investigação «Os católicos portugueses na política do século XX», e é coordenada por António Matos Ferreira e por João Miguel Almeida (vd. +inf. aqui).

Aos autores aqui ficam os meus parabéns!