terça-feira, 18 de agosto de 2009

A ditadura birmanesa enquanto problema internacional

A Prémio Nobel da Paz e símbolo pró-democracia na Birmânia, Aung San Suu Kyi foi condenada a mais ano e meio de prisão domiciliária pela junta militar que governa despoticamente o país há 40 anos.
A ONU condenou esta nova medida repressiva, mas num tom muito moderado (a China não deixou ir mais longe). É preciso reforçar a pressão internacional: em vésperas de eleições gerais, o afastamento de Suu Kyi é a prova de que se seguirá uma nova farsa eleitoral, uma vez que ela é a principal dirigente da oposição política no país.


Nesse sentido, a ONG internacional AVAAZ lançou esta petição, pedindo a investigação da junta militar birmanesa por crimes contra a humanidade. Falta pouco para atingir a meta das 150 mil assinaturas.

2 comments:

Marta disse...

Boa noite Daniel Melo.

Intrometo-me neste post para lhe dar a conhecer a Bubok, um serviço de auto-publicação online que dá a qualquer autor a possibilidade de editar e publicar as suas obras. O processo é muito simples e o controlo está sempre nas mãos de quem publica. Depois de milhares de livros publicados em Espanha, este projecto está agora disponível para os autores portugueses em www.bubok.pt.

As suas ideias, com a sua forma de as escrever e com controlo absoluto do processo editorial. Pode até publicar uma selecção dos textos que escreve neste Blog, para os seus leitores.

A Bubok disponibiliza os seus livros em E-Book e em papel por um serviço Ecológico de Print On Demand, em que cada livro é impresso por encomenda e, por isso, sem excedentes.

A nossa prioridade é o autor. Em www.bubok.pt é você quem define o processo editorial da obra e, para além de publicar as suas ideias facilmente, recebe 80% dos lucros das vendas.

Ficamos à espera da sua visita em www.bubok.pt.

Se gostou da Bubok.Pt e pretende ajudar-nos a divulgar este projecto a todos os autores que queiram publicar os seus conteúdos, pedimos-lhe que inclua um link para o nosso blog na sua lista de links: http://www.bubok.pt/blog/

O seu livro está nas suas mãos. No entanto, se precisar de algum esclarecimento, não hesite! Estou disponível para qualquer dúvida que possa surgir: marta.furtado@bubok.com

Manolo Piriz disse...

Are, Daniel. Já lá chegamos as 150.000. Saravá!