sábado, 1 de agosto de 2009

Fotógrafo inglês causa polêmica por usar igreja para ensaio erótico

igreja O fotógrafo Andy Craddock é acusado pelos sacerdotes da igreja anglicana Sant Michael Penkivel (Inglaterra) de blasfemo e de violar a propriedade privada. Andy usou a igreja do século 13 como cenário para um ensaio erótico. Suas fotos mostram modelos (algumas seminuas) dentro e fora da igreja. “Eu entendo por que algumas pessoas podem considerá-las ofensivas e inapropriadas. Mas em geral, os comentários que tenho recebido são positivos. Eu nunca quis ofender ninguém. Esse trabalho foi feito como arte e mostra a beleza das mulheres”, se defende o fotógrafo. Da minha parte não vejo mal algum nessas fotos, mesmo porque as modelos em questão também são criaturas de Deus. Ou não? Quanto à beleza das mulheres não tenho a menor dúvida. Agora se isso é arte ou não digo apenas que é bem questionável o conceito. Depende exclusivamente do olhar de cada um. Entretanto, uma coisa é certa: o tal fotógrafo britânico é muito bom não só no clic de sua máquina como também no marketing. Mais.

3 comments:

bons temposhein disse...

Claro! Antigamente estas cenas só eram possíveis no recato das celas e acho que faziam muito bem e que daí não vinha mal ao mundo.

Manolo Piriz disse...

É verdade, jrd. E tudo às 7 chaves. O desejo é inerente ao ser humano. Este é mais um lado hipócrita da Igreja.

Anónimo disse...

sou anglicano, e achei as fotos lindas, profundas!
nós contemplamos sua glória, cheio de graça!
e especialmente nas pernas lindas dessas mulheres lindas!
essa reclamação é coisa de gente que não sabe onde é o altar...