segunda-feira, 10 de maio de 2010

As escolhas dum seleccionador azulado demais

Carlos Queirós anunciou há um pouco os 24 futebolistas que escolheu para o Mundial de África do Sul e o mínimo que se pode dizer é que tomou opções discutíveis. O seleccionador português surpreendou convocando jogadores não esperados, convocando 4 do FC Porto (o maior contingente, incluindo um discutível Rolando e um guarda-redes que sofreu proporcionalmente mais golos do que o do Benfica: cf. aqui) e rejeitando todos os pré-seleccionados do Benfica, excepto Coentrão. De fora ficam jogadores centrais neste Benfica campeão, como Quim, Ruben Amorim e Carlos Martins (além de Nuno Gomes, que jogou menos). Miguel Veloso na vez de João Moutinho também não se percebe. Ver mais em: «Daniel Fernandes, Zé Castro e Ricardo Costa surpresas em lista de 24 convocados» e «Jorge Jesus: “Espero que no fim do Mundial Carlos Queiroz tenha razão”».
ADENDA: vd. ainda «E agora para algo completamente diferente», por Sérgio Lavos.

6 comments:

jrd disse...

O homem ainda tem o apartheid na cabeça, logo não é para admirar, deixou (?) de ser anti-negros para passar a ser anti-encarnados.

Daniel Melo disse...

Do anti-negros nada sei, só sei que o anti-encarnados parece estar a ser demasiado evidente...

Daniel Melo disse...

A coisa é tão ridícula que, em suplemento de mais 6 nomes obrigatórios para perfazer os 30 convocados que a FIFA exige, o seleccionador incluiu agora Manuel Fernandes, um jogador que ficara de fora dos 50 pré-seleccionados.
O que se passa com Queirós? Anda a comer muito queijo, ou está já a preparar o resto da sua carreira?

Daniel Melo disse...

Esqueci-me no comentário anterior de deixar o link para a notícia: http://www.publico.pt/mundial2010/Show/moutinho-amorim-makukula-e-mais-tres-estao-de-prevencao_1436667.

Manolo Piriz disse...

Daniel, por estas bandas a polêmica é a mesma. Pindorama terá um selcionado burocrático, sem imaginação, preparado apenas pra se defender. É, em suma, o espelho de seu delecionador, que quando jogador era apenas medíocre e não conseguia caminhar mais de 2 netros com a bola. O que há de melhor o futebol tupiniquim (Ganso e Neimar, por ex.)não irá pra África do Sul. Os adversários agradecem.

Daniel Melo disse...

Está visto que a azelhice é uma coisa bem repartida pelo mundo.
Por cá fala-se mais nas ausências de Ronaldinho Gaúcho e Adriano, mas parece que há mais gaffes, como na posição do goleiro (mas parece que faltam ainda 7 nomes para perfazer 30).

Só mais uma coisa para se aquilatar do despautério de Queirós: para a selecção brasileira foram convocados 2 jogadores do Benfica (Luisão e Ramires; e mais poderiam ser: David Luiz e Airton), do FC Porto não foi nenhum. Estamos conversados.