segunda-feira, 17 de maio de 2010

Se a ferrovia é prioritária, não deviam cortar isto:

1) melhoria da oferta da rede (com reformulação de horários e redução de transbordos)
2) obras de modernização da linha do Norte (Lisboa-Porto com 1/3 de linha antiga)