sábado, 8 de maio de 2010

A teologia da metralhadora

la pedrita

A Igreja Católica venezuelana condenou um mural que mostra o Menino Jesus com um fuzil, acompanhando da Nossa Senhora de Coromoto, padroeira da Venezuela, instando os católicos a repudiar o uso de figuras sagradas com fins políticos e de violência.

O polêmico grafite está pintado numa parede do bairro 23 de Janeiro, um dos mais pobres e perigosos de Caracas e contém ainda a expressão “La Piedrita, venceremos” em alusão a um grupo armado simpatizante do presidente Hugo Chávez que reside na localidade.

“Manifestamos o mais firme repúdio por este uso indevido de imagens para fins políticos e de violência. A arte é para elevar e promover o gosto pelo belo não pela violência nem pela morte”, disse o cardeal Jorge Urosa Sabino, arcebispo de Caracas.

3 comments:

jrd disse...

Será que o arcebispo protestava se tivessem posto uma playstation nas mãos do menino?

Daniel Melo disse...

Ou uma Barbie louraça e muito maquilhada?

Manolo Piriz disse...

Salve, jrd e Daniel.

É verdade. Tem muitos reliosos à solta por aí que adoram uns "brinquedinhos" mais infantis, digamos assim.