terça-feira, 14 de abril de 2009

Ahmed e Salim, uma grande polêmica em Israel e nos países árabes

ahmed e salim Um desenho animado com olhar irreverente e de humor negro sobre o conflito israelo-palestino está causando polêmica tanto em Israel como no mundo árabe. Trata-se do Ahmed e Salim, de autoria do artista gráfico Tom Trager e do editor de vídeo Or Paz. "Ao contrário do que vocês podem pensar, não temos nada contra árabes, simplesmente não gostamos de gente em geral. E em caso de perguntas, ameaças de morte ou comentários, entrem em contato conosco", convidam os autores

Os personagens principais de Ahmed e Salim são dois jovens palestinos, filhos de um ultraterrorista, que, em vez de seguirem o caminho do pai, só se interessam por televisão e jogos de computador. "Trata-se de uma série de situações cômicas sobre terroristas", dizem os criadores do desenho.


Em um dos episódios, o pai sequestra um menino israelense e o entrega a Ahmed e Salim, para que eles tomem conta do refém e o torturem. O menino começa a chorar e diz que quer voltar para casa e jogar GuitarHero.


Imediatamente os 3 meninos se tornam amigos e começam a brincar com o jogo eletrônico, e Ahmed e Salim se esquecem de cumprir as ordens do pai. No final do jogo, o refém diz que tem que voltar para casa, e os meninos palestinos respondem: "Tá bom, nos vemos no Facebook". Quando o pai volta, ele fica furioso ao descobrir que os filhos deixaram o refém escapar. (Fonte: BBC Brasil).

Clique na imagem para assistir aos episódios e obter outros detalhes.