quarta-feira, 22 de abril de 2009

Depois da Europeana, chegou a Biblioteca Digital Mundial

Foi lançada ontem a Biblioteca Digital Mundial, numa parceria entre a UNESCO, a Biblioteca do Congresso e a Biblioteca de Alexandria, entre outras entidades. Pretende complementar a Europeana, apostando na interculturalidade, na compreensão internacional e nas  áreas educativa e cultural em geral. Mais informação aqui.

2 comments:

Manolo Piriz disse...

É isso aí, Daniel.

A cultura não deve (e nem pode) ser propriedade duns poucos. Deverá estar aberta a todos, sem qualquer trava nacional ou governamental. E a tecnologia é um veículo bem poderoso na sua democratização.

Daniel Melo disse...

Sem dúvida, Manolo.
E pensar que, ainda recentemente, a OMC (Organização Mundial do Comércio) pretendia mercantilizar toda a área cultural, tornando os bens culturais como apenas mais uma mercadoria como as restantes, está tudo dito sobre a vantagem e legitimidade deste tipo de iniciativas.