quinta-feira, 15 de outubro de 2009

História de Lisboa

Outra proposta para a agenda cultural, embora mais desorganizada que as boas sugestões que o Daniel nos tem dado (aqui e aqui), porque a série de conferências já começou é a do ciclo Em torno da História de Lisboa: tempos fortes no Gabinete de Estudos Olisiponenses.
A que vi, que apanhei a informação com atraso, sobre Lisboa quinhentista analisava, sobretudo, as escolhas do urbanismo.
Acabei por ficar com a imagem dos quase diários passeios de barco entre o Terreiro do Paço e Santos que D. Manuel fazia para ir apanhar bons ares ao Palácio de Santos-o-Velho.
Mas como cada conferência tem o seu orador, imagina-se que a perspectiva vá variando.
Além disso, qualquer pretexto é bom para um passeio de fim de tarde até ao Palácio do Beau Séjour; sendo as conferências no Salão Dourado ainda se pode admirar O Carnaval de Veneza de Columbano.
E como é organizado pelo Gabinete de Estudos Olisiponenses também se pode ir fazendo pressão sobre a abertura e acesso ao Arquivo Municipal (queixa, aliás, reforçada pelo conferencista).