segunda-feira, 15 de junho de 2009

“Protesto no Irã é demonstração de quem perdeu”

É o que diz o presidente brazuca, Luiz Inácio Lula da Silva. Lula preferiu não comentar as alegações de fraude no Irã, mas insinuou que a votação do presidente Mahmoud Ahmadinejad seria suficiente para o eleger.

4 comments:

jrd disse...

Retomaando o raciocínio anterior, apenas para dizer que esta gente, toda ela, é bipolar e perde objectividade quando comenta, exclusivamente, de acordo com os seus interesses.

Daniel Melo disse...

Queria agradecer a tua cobertura bloguítica atenta das eleições iranianas e deixar uma chamada de atenção para o facto da actual informação disponível dar a entender que a situação política no Irão está assaz complicada, e o confronto entre fracções da elite está ao rubro, sendo que grande parte do clero declarou já apoio às declarações do candidato Moussavi (a este propósito sugiro a leitura do post http://arrastao.org/sem-categoria/direito-por-linhas-tortas/).

Manolo Piriz disse...

E os interesses deles, jrd, não são políticos. Apenas econômicos. Por isso creio que não é bipolar.

Manolo Piriz disse...

Salve, Daniel.

Até agora não tenho a dimensão exata do que representa esse tal “apoio” por parte do clero ao sr. Moussavi, mesmo porque foram os aiatolás que escolheram apenas os 4 candidatos entre os mais de 700. Se for somente um jogo de cena dentro do universo político, tudo bem. Agora, se isso representar uma cisão na cúpula religiosa o pior está por vir. Espero que não. Vamos aguardar.