quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Yes we can



Esta fotografia foi tirada em Alexandria, VA, à 3 dias. Hoje a Virginia foi um local onde Obama venceu, bem como no estado de Maryland e DC.

Intitulo este post com o slogan de Obama, mas receosa que mude para Yes we could depois dos votos de todos os latinos do Texas estarem contados. A ver vamos. Continuo a apostar $$$$ numa final Clinton/McCain com vitória para McCain.

3 comments:

Zèd disse...

Há uma coisa que vai jogar contra McCain, e vai ter muito peso, quando for ele contra um democrata, mas que por enquanto não o afecta entre republicanos: ele é pela continuação da Guerra no Iraque. A Guerra no Iraque é a principal causa do estado de desgraça actual de George W. Bush, duvido que qualquer candidato que não prometa a retirada do Iraque consiga ganhar as eleições.

Manolo Piriz disse...

sei não, vallera. agora com mais dinheiro para gastar e uma campanha navegando em céu de brigadeiro, Obama pode dar aos latinos do Texas a atenção que não deu nos outros estados e dividir os votos com Clinton, que já mandou às favas parte de sua equipe de campanha. será que o desespero bateu à sua porta? vou solicitar um levantamento das minhas finanças na Suíça. acho que vou bancar esta aposta.

Fernando Vasconcelos disse...

não se esqueçam que se a diferença for pequena são os delegados não eleitos que vão efectivamente decidir a eleição do candidato democrata. E aí Clinton tem vantagem. As sondagens numa eleição entre Clinton e McCain dão um empate técnico o que é a prova de que os americanos embora não gostem da guerra no Iraque também não estão completamente convencidos que a solução seja saír ... aliás nisso até têm razão. Agora que a m* está feita saír é provavelmente a pior das soluções. Agora é tarde mas isso foi mais uma das incompetências da administração Bush. Agora aguentem-se à bronca, passe a expressão.