terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Carnaval, alegria do povo!

Lamentavelmente por terras da Gália não se festeja a celebração pagã do Carnaval. [e eles:] Em toda da Gália? Não, não em toda a Gália. Há algumas aldeias que resistem ainda e sempre ao invasor, e festejam o mardi gras comme il le faut. Na realidade as aldeias são as - o que chamar-lhes? - colónias que ficam para o lado das Caraíbas. Por estas alturas na Guadeloupe, na Martinique e na Guiana o povo faz a festa de Carnaval à boa maneira dos trópicos. Música, dança, desfiles, trajos de fantasia e tudo o mais. Presumo até que a proximidade do Brasil e a herança da escravatura num e noutro lado são mais do que meras coincidências. O Carnaval das Antilhas tem o mesmo espírito que o Carnaval brasileiro, e aliás não se limita às antilhas francesas mas a toda a Caraíba.
Na França metropolitana, muito particularmente em Paris, a comunidade oriunda das antilhas é bastante significativa (o que em si só daria para uma série de posts), como se pode ver aliás pela composição da selecção francesa de futebol: Thuram, Gallas, Tierry Henry, Maluda, Abidal, Anelka, etc... É também uma comunidade relativamente discreta, que sofre basicametne dos mesmos problemas de integração que as comunidades imigrantes, excepto o da clandestinidade, pois que têm a nacionalidade francesa.
Infelizmente somos obrigados a constatar que com a meteorologia destas bandas, mesmo que os gauleses fossem dados aos festejos do entrudo, fazer um Carnaval como deve ser, com direito a desfile e tudo, seria não só impraticável como, mais grave ainda, seria deprimente, o que é exactamente o contrário do efeito desejado. Acontece que de há uns anos para cá, com a colaboração da Marie de Paris - um grande bem haja para o Maire Bertrand Delanöe, esperemos que seja re-eleito o mês que vem - realiza-se em Julho o "Carnaval Tropical de Paris". Não é em Fevereiro, mas não faz mal, é por uma boa causa. A comunidade antilhesa junta-se para os lados da Porte Dorée e é um festival, a sério. Não perdem pela demora. As fotos são do Carnaval Tropical de Paris 2007.



P.S. - Aqui talvez dê para ver em streaming (dependendo do computador) o desfile de Caranaval em Pointe-à-Pitre, Guadeloupe (e que decorre em Fevereiro, como é normal...).

P.P.S. - E findo o Carnaval podemos finalmente ir a correr ler nos jornais on-line as notícias da vitória estrondosa de Barack Obama na Super Tuesday (sim, sim, é wishful thinking, estou consciente).

1 comments:

Manolo Piriz disse...

Zèd,

que os brazucas não fiquem sabendo deste tal carnaval tropical em julho. vai que a idéia pegue por estas bandas: aí, farão 2 carnavais por ano. e haja pernas pra tanto.

pelo visto, o mundo todo está on-line. e pra Obama nem tudo está perdido. vamos aguardar, pois.