terça-feira, 24 de março de 2009

Um colóquio amoroso entre cães e gatos. Estranho, não?

ehud-barak Ehud Barak é o atual ministro da Defesa do governo de Israel e assim deverá continuar. Hoje o Partido Trabalhista decidiu que vai integrar a coalizão de governo do futuro premiê do país, o direitista Benjamin Netanyahu (Likud), onde também estarão outros partidos religiosos de direita e o ultradireitista laico Avigdor Lieberman, que deverá ser indicado para o ministério de Relações Exteriores. O que parecia impossível aconteceu: um casamento entre cães e gatos, uma vez que o Partido Trabalhista apoia o processo de paz dos EUA na região, que prevê a criação de um Estado palestino ao lado de Israel, enquanto Netanyahu e Lieberman são frontalmente contra. Vamos ver que bicho vai dar esse colóquio amoroso.

2 comments:

Daniel Melo disse...

Bem visto, Manolo.
Foi a forma que arranjaram de não dar o flanco ao Kadima e à restante oposição.
Seja como for, já há sinais negativos no ar: o desfile provocatório da extrema-direita israelita numa urbe de maioria israelo-árabe, que ocorreu hoje, e onde houve incidentes com a polícia (vd. reportagem do The Guardian aqui: http://www.guardian.co.uk/world/video/2009/mar/24/riot-police-israel).

Manolo Piriz disse...

Bem lembrado, Daniel, o tal desfile. Bem lembrado...

O objetivo além de ser uma tentativa de isolamento do Kadima é também uma forma de ficar bem na foto com o governo norte-americano, que tem criticado a posição de Israel em relação aos palestinos. É provável que o governo israelense abra negociação de paz, mas a empurrarão com a barriga à espera que Obama não seja reeleito. Já fizeram isso outras vezes.