quinta-feira, 7 de maio de 2009

Evita Perón, a mãe do populismo argentino, faria 90 anos hoje

eva2 Se estivesse viva, María Eva Duarte de Perón, ou simplesmente Evita, completaria 90 anos hoje. Atriz e líder política argentina, Evita se tornou primeira-dama argentina quando o general Juan Domingo Perón foi eleito presidente, em 1946. Famosa por sua beleza, elegância e carisma, ela conquista para o peronismo o apoio da população mais pobre, quem ela chamava de "descamisados" e por quem era chamada de a “mãe dos pobres”. Nascia assim o populismo latino-americano. Morre aos 33 anos (1952), de leucemia, e se torna a mulher mais mitificada da história argentina ou, talvez, da América Latina.

Música: “Don't Cry For Me Argentina” (Andrew Lloyd Webber e Tim Rice), interpretada pela atriz e cantora Elaine Paige, gravada durante o musical "Evita" apresentado em Londres (1998)


4 comments:

jrd disse...

Depois veio a Estela, mas também não lhes deu camisas...

Manolo Piriz disse...

Estão então é uma criminosa, jrd. Esconde-se na nacionalidade espanhola e na idade pra não responder pelos seus crimes políticos, ao ter apoiado quando presidenta às ações paramilitares da tal Alianza Anticomunista Argentina.

Manolo Piriz disse...

digo, esta então....

jrd disse...

É, a idade é um grande esconderijo para os e as patifes.