sábado, 16 de maio de 2009

Jimmy Cobb recria “Kind of Blue” 50 anos depois

Único músico sobrevivente do lendário sexteto de Miles Davis, o baterista Jimmy Cobb se apresentou ontem no Bridgestone Music Festival (São Paulo), provavelmente um dos maiores eventos jazzísticos deste ano em todo o mundo. O concerto celebrou os 50 anos de gravação da obra prima do jazz, o “Kind of Blue”. Acompanhado pela banda “Jimmy Cobb So What Band”, que é composta por Wallace Roney (trompete), Javon Jackson e Vincent Herring (sax), Larry Willis (piano) e Buster Williams (baixo), Cobb recriou toda a magia do “Kind”. Enfim, foi um sonho que do qual não acordei ainda.

2 comments:

Daniel Melo disse...

Sortudo!
Eu não tive a mesma sorte que tu quando quis ir ao concerto dos Modern Jazz Quartet por ocasião da sua última digressão, em 1998.
Mas já tive sorte de ouvir ao vivo jazz de grande qualidade: Ornete Coleman; Abdullah Ibrahim; Andrew Hill; Birélli Lagrène (http://fugaparaavitoria.blogspot.com/2006/07/jazz-com-genica-e-humor.html); Laurent Filipe; Mário Laginha; Bernardo Sassetti.
E outros dos quais já não me recordo...

Manolo Piriz disse...

Nem tem conto, Daniel. Ainda estou extasiado.

O concerto foi magnífico. Estou agora a esperar pelo disco. Não sei se o gravarão. A ver vamos.

Cá em São Paulo temos ótimos concertos de jazz (e de música internacional em geral). E o melhor de tudo é que não são muito caros, pois geralmente são patrocinados por grandes empresas multinacionais. Pelo menos pra isso elas são um pouco mais “sensíveis”;)