sexta-feira, 28 de março de 2008

Dia Mundial do Teatro

Foi ontem. E a RTP que tinha estado tão bem durante 30 anos a ignorar o dia, logo decidiu reatar a tradição do Aqui há fantasmas (que há-de ter passado pelo menos uma vez por semana durante toda a minha infância), para transmitir em directo uma indescritível peça vagamente inspirada em obras de Almeida Garrett.
Os primeiros 20mn (já não consegui ver o resto) foram agonizantes: coristas agarradas ao próprio Garrett davam à perna, as actrizes reviravam os olhos e guinchavam, os actores punham o peito para fora e atiravam a cabeça para frente, num cenário que de reconstituição histórica, só tinha o pior gosto de todas as épocas, mais uns vasos com plantas.
Se a RTP não consegue melhor que isto, só espero que passe outros 30 anos sem assinalar a data.

2 comments:

João Miguel Almeida disse...

Ah, então foi por isso que a RTP passou em horário mais ou menos nobre uma coisa estilo «malucos do riso» em versão cultural, da qual só vi uns segundos desgarrados...

Julita disse...

A RTP a ir bem?!?
Issso nunca acontece.